Os Mórmons Podem se Casar com Membros de Outras Igrejas? Podem Namorá-Los? Eu Amo um Mórmon!

por El Santo Gringo -

Muitas vezes me perguntam se um Mórmon (SUD) pode se envolver romanticamente com alguém de uma outra religião. Os nossos missionários de tempo integral de fato não podem namorar, mas a questão de namorar com um membro “normal” da igreja que não está no processo de cumprir sua missão é um pouco mais complicada. O objetivo deste artigo é providenciar alguns esclarecimentos úteis.


Pode um Mórmon Casar com Alguém de Outra Religião?
Dois Tipos de Casamento na Cultura Mórmon
E se Eu Estou Disposto a me Converter ao Mormonismo?
E se Eu Só Quero Namorar um Mórmon?

Pode um Mórmon Casar com Alguém de Outra Religião?
Há uma série de fatores complicadores que levam a maioria dos mórmons praticantes a só casar-se com membros da sua própria religião. Primeiro, o mormonismo não é apenas uma religião; é também uma cultura. Diferenças culturais significativas podem complicar um casamento, mesmo quando um casal está sinceramente apaixonado. Complicações culturais podem explicar porque os estudos mostram que os casamentos entre mórmons e os de outras religiões têm taxas extremamente elevadas de divórcio. Por outro lado, os casamentos entre dois mórmons, especialmente quando realizados nos templos mórmons, têm taxas extremamente baixas de divórcio. A união cultural no casamento é muito importante.

Além disso, o casamento desempenha um papel muito maior na teologia mórmon do que na teologia de outras religiões cristãs. Embora todas as religiões cristãs enfatizem a importância do casamento, no mormonismo ele é considerado essencial para a progressão na próxima vida. Especificamente, cerimônias especiais de casamento realizadas nos templos mórmons são essenciais. Estas cerimónias só podem ser realizadas quando a esposa e o marido estão devidamente preparados. A preparação inclui, entre outras coisas, o batismo e a participação plena na fé mórmon. Consequentemente, a maioria dos mórmons praticantes optam por casar-se com membros da sua própria religião por razões teológicas também.

Dois Tipos de Casamento na Cultura Mórmon
Permita-me explicar os dois tipos de casamento que existem na cultura mórmon. O primeiro é chamado de “casamento para o tempo”. O casamento para o tempo dura “até que a morte os separe”. Este tipo de casamento pode ser realizado entre um mórmon e um membro de outra religião. Um casamento para o tempo muitas vezes é realizado por um bispo mórmon em uma capela mórmon e é certamente uma cerimônia muito sagrada, pois marca a criação de uma unidade familiar, a unidade mais sagrada e fundamental da sociedade. No entanto, já que o casamento para o tempo dura apenas até a morte, na teologia mórmon este tipo de casamento não está associado à progressão espiritual na próxima vida.

Os templos da igreja são considerados casas de Deus, lugares de santidade e de paz que são separados das preocupações do mundo.

O segundo tipo de casamento é chamado de “casamento eterno”, ou “selamento“. Felizmente, aqueles que são casados para o tempo podem, posteriormente, optar por entrar em um casamento eterno também, após a preparação adequada. O casamento eterno é também chamado de “casamento no templo” porque é sempre realizado em um templo mórmon. Como mencionado acima, a noiva e o noivo devem estar devidamente preparados. Essa preparação inclui o batismo, viver plenamente a vida mórmon, guardar os mandamentos de Deus, etc. e tal. Assim, um casamento eterno só pode ser realizado entre dois membros da Igreja SUD. Esses tipos de casamentos duram por toda a eternidade, mesmo após a morte. Eles estão associados a um convênio, ou promessa com Deus, que ajuda os participantes a progredirem espiritualmente depois da morte e ressurreição.

Como você pode imaginar, a maioria dos mórmons praticantes quer se casar no templo mórmon com um outro mórmon para toda a eternidade, para que possa progredir espiritualmente depois da morte. Com exceção dos raros membros da Igreja que não podem ter um casamento no templo, sem culpa própria, os convênios relacionados com o casamento no templo são considerados essenciais. Os mórmons acreditam que a adoração no templo é um mandamento de Deus. “O amor verdadeiro” não é suficiente para a maioria dos mórmons praticantes. Eles também estão interessados em um casamento que está associado aos convênios sagrados do templo.

Note-se que essa preferência não tem nada a ver com o mérito daqueles que não pertencem à religião mórmon. Há muitos bons membros de outras igrejas, pessoas que são tão bons e tão justos quanto os melhores mórmons. No entanto, não importa a bondade ou a justiça. Mesmo as pessoas mais maravilhosas de outras religiões não estão preparadas para o casamento no templo se elas ainda não aceitaram e participaram plenamente nas ordenanças do evangelho restaurado. Não é uma questão de mérito ou dignidade. É uma questão de preparação.

E se Eu Estou Disposto a me Converter ao Mormonismo?

O batismo na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias exige a imersão total e é sempre realizado por uma pessoa que possue a autoridade do sacerdócio para batizar.

É um erro converter-se a qualquer religião só para agradar a outra pessoa. No entanto, é certo que muitas pessoas já conheceram a igreja mórmon através de namorados, namoradas, familiares, etc. e tal. Essas pessoas não se converteram para agradar os seus entes queridos, mas elas descobriram por si mesmas que o evangelho restaurado de Jesus Cristo pode trazer grandes bênçãos em suas vidas. Elas resolveram fazer parte da igreja porque seus corações foram sinceramente tocados. Uma relação humana foi sim facilitada, mas essa foi uma consequência secundária de sua verdadeira conversão.

Para quem está pensando em casamento e a vida familiar, também é bom saber que vários estudos têm mostrado que o mormonismo é bom para a família. A participação na Igreja é correlacionada com uma baixa taxa de divórcio, altos níveis de satisfação marital e menores níveis de delinquência juvenil.

Se você está romanticamente interessado em alguém que é mórmon, recomendo que investigue a religião. De repente seu coração será tocado pela mensagem do evangelho restaurado; de repente essa mensagem mudará sua vida para o melhor. Sugiro que solicite uma visita dos missionários mórmons e que visite uma capela mórmon para ver como adoramos.

E se Eu Só Quero Namorar um Mórmon?
Alguns mórmons não estão dispostos a namorar pessoas de outras religiões. Mais uma vez, não tem nada a ver com o merecimento. Os mórmons não são melhores que as outras pessoas, e eles não têm um monopólio sobre a bondade ou a justiça. No entanto, geralmente se casa com as mesmas pessoas que namora. Se um casamento no templo é a meta, e só se pode casar com um mórmon no templo, então talvez seja melhor só namorar outros mórmons.

No entanto, outros membros da igreja de fato saem e namoram pessoas de outras religiões, desde que essas pessoas tenham os mesmos elevados padrões de namoro que a Igreja SUD ensina. Esses padrões incluem:

  • Só namore quando ambos têm 16 anos de idade.
  • Não participe no ato sexual.
  • Não toque nas áreas íntimas, acima ou abaixo da roupa.
  • Não deite em cima de outra pessoa.
  • Nada de beijos apaixonados.
  • Não permita conversas inapropriadas ou linguagem obscena.
  • Não use pornografia, inclusive filmes populares ofensivos.

Algumas pessoas pensam que estas atividades demonstram o amor, e algumas delas são de fato amorosas dentro dos limites de um casamento. No entanto, incentivando um mórmon a participar nestas atividades fora do casamento não é um ato de amor. É um ato de egoísmo. Estas atividades fora do casamento podem trazer grande tristeza e remorso na vida de um mórmon. Ninguém que ama um mórmon jamais iria encorajá-lo a violar os seus princípios fundamentais. Lembre-se também que as normas para os homens e as mulheres mórmons são precisamente as mesmas.

Conclusão
Espero que este resumo do namoro e do casamento mórmon ajude! Boa sorte, amigos.

16 Responses to “Os Mórmons Podem se Casar com Membros de Outras Igrejas? Podem Namorá-Los? Eu Amo um Mórmon!”


Leave a Comment





 
(Seu e-mail nunca será publicado)


letras restando